Eu vejo flores em você!

E você, vê?

Já reparou como temos o hábito de julgar? Prestamos mais atenção aos nossos erros e defeitos. Carregamos essa bagagem pesada ainda que o nosso discurso seja positivo ou de exaltação das nossas qualidades. Lá, no fundo, como uma sombra – vibra a insatisfação do “eu não devia ter feito isso”, ” eu não me perdoo por ser tão idiota”, “eu poderia ter feito mais”, “eu não mereço”.

Aos olhos dos outros e da sociedade tudo parece estar bem, mas sustentar crenças limitantes  nos castigam durante muitos anos ou até durante uma vida.

Precisamos nos absolver, precisamos de libertação.

Ser uma pessoa mais leve não é falta de responsabilidade nem reforçar atitudes e experiências não tão boas. Ser uma pessoa mais leve é deixar ir a culpa, a amargura, a tristeza, a revolta e a mania de perfeccionismo.  É abandonar a ideia do controle. É olhar para nossas fragilidades com compreensão.

Tudo que vivemos é aprendizado. Certo ou errado é o que nos tornou quem somos hoje.  O bom é que, assim como a vida, tudo pode mudar, e  que sempre podemos fazer novas escolhas. Todos as nossas vivências são importantes, e com o tempo aprendemos com a sabedoria a florescer.

Respeite quem você é! Perdoe-se! Recomece!

Você é um jardim de possibilidades!

De todo o meu passado, boas e más recordações.

Eu quero viver meu presente.😍 Todos os dias eu exercito sentir o perfume da minha alma.

Todos os dias eu exercito me permitir florescer.

Gasshô!

Mônica Dias

Inspiração: Música Flores em você – Ira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *